Anunciante

sábado, 20 de março de 2010

California Academy of Science

Após dez anos de planejamento, a Academia de Ciências da Califórnia foi inaugurada em setembro de 2008. O arquiteto italiano Renzo Piano projetou o complexo que abriga um aquário, o museu de História Natural, o planetário e um centro de referência para pesquisa e programas educacionais. Há uma verdadeira floresta dentro do edifício. Concebido para promover encontros e estimular a interatividade, o espaço segue princípios da arquitetura sustentável: o aço é reciclável, a energia vem, em grande parte, de painéis solares e o teto verde recebeu espécies nativas da Califórnia. Um telhado vivo, ondulado com colinas, se integra àpaisagem do Parque Golden Gate em São Francisco. As espécies escolhidas para o teto vivo são auto-propagáveis, toleram vento e maresia.  

"É como se estivéssemos elevando um pedaço do parque e colocando um prédio embaixo”, explica o arquiteto. Ali está um dos maiores museus de corais do mundo. São quase 10 mil m² e 500 milhões de dólares gastos.As clarabóias se abrem automaticamente em dias quentes, para liberar o calor do interior do edifício, controlado por um sofisticado sistema de sensores atmosféricos. Placas coletoras de energia solar foram instaladas entre as colinas, com quase 60 mil células fotovoltaicas. Estações metereológicas no teto monitoram a velocidade do vento, umidade, temperatura para auxiliar na informação para o sistema de ventilação passiva. A sustentabilidade foi o requisito mais importante do edifício. A escolha dos materiais de construção foi minuciosa, assim como o sistema de aproveitamento de água, que promove a irrigação do teto, escoando o excesso para o parque. A estrutura também foi projetado para resistir a abalos sísmicos. O edifício possui a certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design) no nível Platina, o mais alto certificado de edifícios verdes.
    * 90% de todo o material de demolição dos prédios antigos do local foram reciclados;
    * 32 mil toneladas de areia retirada para fundação foram utilizadas na restauração de dunas em São Francisco;
    * 95% de todo o aço utilizado é proveniente de fontes reclicladas;
    * 50% da madeira foi colhida de reflorestamentos;
    * 68% do isolamento foi produzido com jeans reciclado;
    * 90% dos espaços possuem iluminação e ventilação naturais;
    * 30% a menos de consumo de energia.  


Fonte:
http://casa.abril.com.br/noticias/noticias_393117.shtml
http://www.calacademy.org/academy/building/sustainable_design/